IMPORTÂNCIA ECOLÓGICA E ECONÔMICA DOS FUNGOS

Publicado setembro 29, 2009 por eriksonluis28
Categorias: Uncategorized

OS FUNGOS COMO DECOMPOSITORES

Cogumelo, um tipo de fungo pluricelular.

Cogumelo, um tipo de fungo pluricelular.

fungo bolor preto do pão

fungo bolor preto do pão

bolor do pao

bolor do pao

Os fungos são organismos extremamente importantes para o equilíbrio da natureza. As espécies saprofágicas, juntamente com determinadas bactérias, desempenham o papel de decompositores,destruindo cadáveres e restos de plantas e animais. Isso permite que a matéria orgânica dos seres mortos possa ser aproveitada pelos novos seres que nascem.

Entretanto essa mesma atividade decompositora dos fungos pode ter um aspecto negativo, destruindo roupas, objetos de couro, cercas, dormentes de madeira das estradas de ferro etc., causando ao homem grandes prejuízos econômicos.

FUNGOS E A PRODUÇÃO DE ALIMENTO

Cerca de duzentos tipos de cogumelo são usados na alimentação humana. Algumas espécies são largamente cultivadas, como é o caso do basidiomiceto Agaricus campestris; ascomicetos como a Morchella esculenta, depois de secos, constituem finíssima iguaria.
Produção de pão

As leveduras são fungos microscópicos, utilizados desde a Antiguidade na preparação de alimentos e bebidas fermentados. O levedo Saccharomyces cerevisae, empregado na fabricação de pão e de bebidas alcoólicas fermenta acúcares para obter energia, liberando gás carbônico e álcool etílico. Na produção do pão é o gás carbônico que interessa; as bolhas microscópicas desse gás, eliminadas pelo levedo na massa, contribuem para tornar o pão leve e macio.
Produção de bebidas alcoólicas

A produção dos diferentes tipos de bebida alcoólica varia de acordo com o substrato fermentado, com o tipo de levedura utilizada e com as diferentes técnicas de fabricação. Por exemplo, a fermentação da cevada produz cerveja, enquanto a fermentação da uva produz vinho. Depois da fermentação, certas bebidas passam por processos de destilação, o que aumenta sua concentração em álcool. Exemplos de bebidas destiladas são a aguardente, ou pinga, obtida a partir de fermentado de cana-de-açúcar, o uísque, obtido de fermentados de cereais como a cevada e o centeio, e o saquê, obtido a partir de fermentados de arroz.
Produção de queijos

Certos fungos são empregados na produção de queijos, sendo responsáveis por seu sabor característico. Os fungos Penicillium roquefortii e Penicillium camembertii, por exemplo, são utilizados na fabricação de queijos tipos roquefort e camembert respectivamente.

FUNGOS E PRODUÇÃO DE SUBSTÂNCIAS DE USO FARMACÊUTICO

Foi do ascomiceto Penicillium chrysogenum que se extraiu originalmente a penicilina, um dos primeiros antibióticos a ser empregado com sucesso no combate a infecções causadas por bactérias.

Certos fungos produzem toxinas poderosas, que vêm sendo objeto da pesquisa farmacêutica. Muitos fungos produzem substâncias denominadas ciclopeptídios, capazes de inibir a síntese de RNA mensageiro nas células animais. Basta a ingestão de um único corpo de frutificação (cogumelo) do basidiomiceto Amanita phalloides, por exemplo, para causar a morte de uma pessoa. Um fungo muito estudado do ponto de vista farmacêutico foi o ascomiceto Claviceps purpurea, popularmente conhecido como ergotina. Foi dele que se extraiu originalmente o ácido lisérgico, ou LSD, substância alucinógena que ficou famosa na década de 1970.

A ergotina cresce sobre grãos de cereal, principalmente centeio e trigo. Cereais contaminados por ergotina causaram, no passado, intoxicações em massa, com muitas mortes. Desde o século XVI as parteiras já conheciam uma propriedade farmacêutica da ergotina: se ingerida em pequenas quantidades, acelera as contrações uterinas durante o parto.

RELAÇÕES ENTRE FUNGOS E OUTROS SERES VIVOS
Fungos parasitas

Micose nas unhas

Micose nas unhas

Frieira

Frieira

Os fungos parasitas causam doenças ao homem, aos animais e às plantas. Um fungo parasita conhecido é o Candida aIbicans, causador de micoses brandas que atingem os dedos as mucosas vaginais. Alguns fungos infecções graves, como a blastomicose e o micetoma, com lesões profundas na pele e em órgãos internos.

Uma doença de plantas causada por fungos é a ferrugem, que ataca o cafeeiro e outras plantas economicamente importantes, provocando sérios danos à lavoura.

FUNGOS MUTUALISTAS: MICORRIZAS E LIQUENS

Certos fungos se associam a raízes de plantas, formando as micorrizas (do grego myketos, fungo e rhiza, raiz). Tanto o fungo quanto a planta hospedeira se beneficiam com essa associação. O fungo obtém das raízes açúcares, aminoácidos e outras substâncias orgânicas, das quais se nutre. Por outro lado, o fungo aumenta a capacidade de a raiz absorver minerais escassos no solo, genericamente denominados micronutrientes, fundamentais ao crescimento da planta. Trata-se, portanto, de uma ssociação do tipo mutualismo.

Os liquens são formados pela associação mutualística entre fungos e algas. Os fungos mais comuns nessas associações são os ascomicetos, e as algas componentes são, geralmente algas verdes unicelulares. Alguns liquens resultam da associação entre fungos e cianobactérias. A associação permite que os liquens habitem locais onde nem algas nem fungos poderiam viver separadamente.

Os liquens se reproduzem assexuadamente por meio de fragmentos especiais, que possuem hifas do fungo e células da alga em associação. Esses fragmentos, chamados sorédios, se destacam e são carregados pelo vento, constituindo as unidades de disseminação dos liquens.

Fonte: br.geocities.com

A importância das árvores

Publicado setembro 21, 2009 por eriksonluis28
Categorias: Uncategorized

Você já sabe que aqui no Brasil existem duas datas para homenagear as árvores e que os outros países do mundo também têm um dia dedicado a elas. Mas afinal, por que é tão importante manter o equilíbrio das florestas e preservar as matas?

Ao contrário do que parece, as árvores não servem apenas para deixar as ruas e praças mais bonitas. Elas são fundamentais para a qualidade do ar que respiramos, para a sobrevivência de muitos animais, além de nos fornecer materiais como a madeira, celulose para o papel, óleos, resinas, remédios e muitos outros.

As árvores produzem oxigênio e absorvem gás carbônico (CO2), principal responsável pelo efeito estufa, deixando o ar que respiramos menos poluído. Elas purificam o ar, absorvem a umidade do solo e produzem sombras, evitando que as pessoas fiquem muito expostas aos raios solares. Também servem de barreira contra os ventos, chuvas fortes, enxurradas e filtram a poeira, protegendo o solo.

Qualquer pessoa consegue sentir a diferença de temperatura quando está perto de matas, por exemplo. O ar é mais úmido, fresco, limpo e nos faz sentir melhor. Quem mora em grandes centros urbanos, como São Paulo, no meio de muitas construções, sabe que o ar é bem poluído e a fumaça está sempre presente. Basta uma fugidinha pra um parque, zoológico ou cidades do interior para notarmos a diferença.

Quanto mais verde, melhor. Por isso é importante preservar as florestas e matas, pois todos nós dependemos das árvores para vivermos bem. Plantar uma árvore também é muito legal e ajuda a natureza.

Vídeo sobre Desmatamento e impactos ambientais

Publicado setembro 21, 2009 por eriksonluis28
Categorias: Uncategorized

Encontrei, por ocasião do dia da árvore, este vídeo no YOU TUBE que demonstra quais são as principais consequências do desmatamento na região amazônica.

A importância de se plantar uma árvore.

Publicado setembro 21, 2009 por eriksonluis28
Categorias: Uncategorized

Houve tempo em que plantar uma árvore era um prazer, brincadeira de criança. Tempos depois se tornou uma espécie de obrigação civil divulgada amplamente por diversas e contínuas campanhas. Infelizmene o prazer não existe mais, nem as campanhas. E a maioria das crianças de hoje em dia sabem, por exemplo, os componentes e as “proteínas” de um big mac, mas não sabem da importância que tem plantar uma árvore.

1. Reduzir o efeito do aquecimento global. As árvores atuam como coletoras de gás carbônico. Um hectare de novas florestas retém até 6,25 toneladas deste gás ao ano. As árvores podem absorver CO2 a um ritmo de 6 quilos por árvore ao ano. Em 50 anos, uma árvore pode gerar 72 mil reais em oxigênio, pode reciclar água que teria um custo de 84 mil reais e limpará o ar a um valor de 150 mil reais: Um total de quase 300 mil por árvore sem levar em conta outros benefícios adicionais!
2. As árvores evitam ou reduzem a erosão do solo e a contaminação da água.
3. Contribuem às correntes subterrâneas e à manutenção dos rios.
4. As telas naturais feitas de árvores e arbustos, convenientemente plantadas, reduzem significativamente a poluição acústica nos cruzamentos e vias de grande movimento.
5. Servem de barreira visual.
6. Suavizam os perfis dos edifícios.
7. As plantações de espécies de rápido crescimento e de rendimento controlado são uma fonte constante de combustível para estufas e usinas.
8. O manejo controlado de florestas são uma fonte sustentável de madeira.
9. Segundo sua situação, espécie, tamanho e estado, a sombra das árvores pode reduzir os gastos em ar condicionado de edifícios residenciais e comerciais entre um 15 e 50 por cento. As árvores são um meio de “refrigeração” natural que reduz a necessidade da construção de diques, centrais hidrelétricas e nucleares.
10. Os arbustos plantados ao redor das casas protegem do vento e da neve e podem reduzir o gasto necessário em calefação em até 30%.
11. A sombra das árvores refresca as ruas e os estacionamentos. As cidades são autênticas “ilhas de calor” que costumam registrar entre 5 e 9 graus a mais de temperatura que as zonas ao seu redor.
12. As árvores e os arbustos de uma zona residencial ou comercial, bem colocados e cuidados, podem aumentar significativamente o valor dos imóveis.
13. As barreiras naturais contra o vento, bem situadas e cuidadas, aumentam significativamente o rendimento das colheitas em comparação com os campos sem proteção, inclusive tendo em conta o espaço ocupado pelas árvores. Criam um micro clima mais favorável para os cultivos, reduzem o efeito do vento e do calor sobre as colheitas e evitam ao mesmo tempo as perdas na camada superior do solo e reduzem as perdas de umidade do mesmo.
14. As barreiras naturais plantadas ao redor das moradias rurais têm muitas vantagens, como a redução dos gastos de calefação e refrigeração, a proteção contra a neve e o vento, o efeito estético e a criação de um novo habitat para a fauna.
15. As árvores que servem de refúgio para a fauna permitem que alguns animais sofram perdas muito menores durante os meses frios do inverno e proporcionam sombra para se proteger do calor do verão.
16. As telas naturais contra a neve, estrategicamente situadas, evitam que as estradas fiquem cobertas, reduzindo desta maneira os custos de manutenção viária e evitando os fechamentos de estradas.
17. As árvores dão beleza e harmonia a qualquer comunidade. Fazem a vida mais agradável, tranqüila, relaxada e supõem um rico legado para futuras gerações.
18. Os bosques tropicais, além de ter um grande valor como habitat para a fauna e como fonte de madeira, têm um valor extraordinário como matéria prima para fármacos. Um de cada quatro produtos farmacêuticos usados no mundo procede de uma planta que cresce num bosque tropical.
19. As árvores oferecem numerosas oportunidades para que as pessoas dediquem seu tempo de lazer a criar habitat para a fauna.
20. As árvores que crescem junto a rios, ribeirões e lagos baixam a temperatura da água com sua sombra, evitam ou reduzem a erosão das orlas e a formação de lodaçais e melhoram o habitat dos peixes.
21. As árvores contribuem para reduzir o estresse no trabalho e aceleram a recuperação dos pacientes hospitalizados.
22. As árvores ajudam-nos a relacionar com nosso legado natural e com nossos valores espirituais e culturais mais profundos.
23. As árvores nos servem para recordar às pessoas queridas desaparecidas e para deixar algo de valor às gerações futuras.
24. Uma tribo de índios da amazônia acha que as árvores do bosque sustentam o céu. Segundo a lenda, a queda das árvores aceleraria o fim do mundo.
25. Pode-se plantar e cuidar árvores simplesmente por que… muito legal vê-las crescer!